sábado, 3 de dezembro de 2011

27/11/2011 - Palmeiras 1x0 SPFC

Estádio do Pacaembu - Campeonato Brasileiro


Clique aqui para a ficha técnica

Domingo à tarde eu e meu irmão fomos ao nosso último jogo do ano. que graças à CBF acabou sendo um clássico (modelo que eu aprovo, aliás). Sem grandes pretensões a não ser mostrar para sua torcida que o elenco ainda demonstra alguma vontade, o Palmeiras jogou leve, num estádio moderadamente cheio (também por causa de uma promoção feita pela diretoria).

O primeiro tempo foi morno, sem grandes jogadas para os dois lados, mas que acabou tendo as duas traves carimbadas. O Palmeiras quase marcou aos 47 minutos, após boa jogada pela direita. Mas graças à intervenção do goleiro e a uma falta de sorte incrível no rebote a bola explodiu na trave e foi pra fora.

O time voltou igual após o intervalo, e após confusão na área a cobrança de falta de Marcos Assunção enganou todo mundo e foi direto para as redes. Houve muita comemoração por parte da torcida, sendo que a TUP ergueu seu já tradicional bandeirão da Arrancada Heróica de 1942.

Felipão então fechou o time, deslocando Marcio Araújo para a direita e colocando João Vítor no lugar de Cicinho, e ainda Chico no lugar de Patrik. Valdívia tornou-se o único responsável pela criação, e em grande jogada deixou Fernandão (que entrara no lugar de Ricardo Bueno) na cara do gol para perder um gol inacreditável.

Após chances perdidas de ambos os lados o jogo terminou com vitória alviverde. A torcida ainda acompanhava o jogo do Vasco (veja última foto), e vibrou com o gol que adiava a decisão do título para o fim de semana seguinte. Eu, particularmente, não estava me importando. Lamentava a campanha do Palmeiras em 2011, mas estava satisfeito pela vontade demonstrada pelo elenco. Estou confiante em um melhor ambiente para o próximo ano, e que ele traga melhores resultados.

E que venha 2012. Eu estarei lá acompanhando!







16/11/2011 - Palmeiras 1x1 Vasco

Estádio do Pacaembu - Campeonato Brasileiro


Clique aqui para a ficha técnica

Tive minhas dúvidas quanto a ir a este jogo, uma vez que a fase dentro e fora do campo estava cada vez pior, e o Palmeiras vinha de um empate contra o Grêmio quando, fora de casa, ganhava por dois a zero. Pensei que veria protestos, e mais, que veria mais anti-SCCP que palmeirenses.

Por dignidade, por amor à camisa, não sei, mas a questão é que naquele momento pouco me importou quem estava na frente, ou se alguma "manipulação" por parte do Palmeiras beneficiaria alguém. Eu queria, de fato, ver o Palmeiras voltar a vencer. Fui ao jogo.

Infelizmente, em poucos minutos, tomamos um gol após um escanteio, batida de cabeça da zaga e má saída de Deola, que ficou bloqueado antes de conseguir chegar à bola. Foi aí que os anti-SCCP atacaram! O comentário nas arquibancadas era um só: entrega Palmeiras, e vamos Vasco. Não sabia se tinha mais antipatia da torcida adversária, que lotou seu setor e cantava sem parar, ou dos próprios pseudo-palmeirenses.

Com três volantes e apenas Patrik como armador, o time não tinha meio de campo. Apesar de dominar a posse de bola não atacava com eficiência. Após o intervalo Felipão pôs Pedro Carmona, e então as jogadas começaram a sair. E o empate veio aos 18 minutos, com Luan, um gol para lavar a alma e calar os que diziam que o time entregaria o resultado.

A partir daí só deu Palmeiras, que só não virou por falta de sorte e por grande atuação do goleiro do Vasco. A torcida empurrou, e com uma atuação convincente (se não pela técnica, pela vontade de vencer) o time saiu aplaudido.

Indo direto do trabalho, esqueci de pegar a câmera. Seguem fotos em baixa qualidade, tiradas do celular.